in

Professora de creche atacada chora ao contar tudo o que viu: ‘Perdi colegas’

Aline ligou para a polícia e chegou a levar uma criança ferida para o hospital.

Reprodução R7 / Reprodução NSC TV
Publicidade

Aline é professora da escola infantil Aquarela, na cidade de Saudades, oeste de Santa Catarina. Ela trabalha no turno da tarde. Na manhã desta terça-feira (4), Aline ouviu gritos vindo da creche. Um rapaz de 18 anos invadiu o local armado com uma faca e começou e matou ao menos cinco pessoas.

Duas professoras e três crianças – o local atende bebês de seis meses até dois anos – morreram após o ataque. O invasor tentou tirar a própria vida, mas foi encaminhado ao hospital de Pinhalzinho em estado grave. Policiais estão no hospital

A professora Aline deu entrevista ao vivo ao Jornal do Almoço, da NSC TV, afiliada da TV Globo em Santa Catarina. Aline vestia uma camiseta da escola. Ela contou estar em casa quando ouviu os gritos de pedidos de socorro. Eram gritos fortes, segundo ela, e vinham de suas colegas de trabalho.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Aline pegou o telefone, ligou para a polícia, mas não só conseguia pedir socorro. Ela estava desesperada com a situação. A professora contou ainda que crianças feridas eram levadas para fora. Aline chegou a levar uma das crianças feridas ao hospital. Segundo a professora, os ferimentos pareciam graves.

“É muita tristeza. Não tenho nem palavras porque eu perdi colegas”Não tenho nem palavras porque eu perdi colegas”, disse a professora, chorando, na entrevista dada no meio da rua. Polícia Militar, Polícia Civil e Bombeiros cercam a área. A comoção é grande na cidade de quase 10 mil habitantes. Saudades está localizado a cerca de 70 quilômetros de Chapecó, a maior do oeste catarinense. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!