in

Vacinação: uma das maiores capitais do Brasil suspende a aplicação da segunda dose da CoronaVac

A medida foi anunciada pelo prefeito neste sábado (1) e é valida por dez dias.

G1
Publicidade

Nesta sábado (1), a capital do estado do Rio de Janeiro anunciou a suspensão da aplicação da segunda dose da CoronaVac, um dos principais imunizantes contra a Covid-19 administrados no Brasil. O motivo: a entrega das doses necessárias para prosseguir com a ação não aconteceu. A suspensão, por enquanto, tem validade de 10 dias

Em nota, a prefeitura afirmou que até o momento a cidade do Rio de Janeiro manteve a vacinação da população utilizando a reserva técnica, porém, tal estoque teria chegado afim antes que uma nova remessa fosse direcionada à capital carioca, como já teria ocorrido em outros municípios e estados.

Segundo cronograma estipulado pelo Ministério da Saúde, não há possibilidade do retorno da vacinação na cidade antes do prazo estipulado pela prefeitura, uma vez que a pasta da Saúde não possui reposição da CoronaVac em quantidade suficiente para que isso aconteça.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Por enquanto, se mantém a administração dos imunizantes restantes apenas para acamados e idosos acima de 70 anos de idade que já foram submetidos à primeira dose no município. Ao longo da semana, outros municípios fluminenses já haviam adotado a mesma medida e interrompido a aplicação da segunda dose.

Enquanto a prefeitura aguarda por novos lotes da CoronaVac, a aplicação da primeira e segunda dose da vacina de Oxford/Astrazeneca segue normalmente. Inclusive, no início da tarde deste sábado (1), Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, anunciou que a imunização de grupos prioritários com a primeira dose desta vacina será acelerada na cidade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Higor Mendes

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.