in

Caso Henry: MP adota medida caso Jairinho seja colocado em liberdade

Jairinho é tido como principal suspeito no caso de morte do enteado, Henry Borel de Almeida.

REPRODUÇÃO RECORD TV
Publicidade

Detido desde o dia 8 de abril, o médico e vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, cumpre prisão temporária até o próximo sábado (8), quando sua punição por atrapalhar as investigações no caso de morte do menino Henry Borel terá vencimento. O parlamentar se encontra no Complexo de Gericinó, conhecido como Bangu 8 e foi colocado junto de outros presos nesta semana.

Diante de uma possível soltura do vereador, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, que denunciou o parlamentar por tortura contra a filha de uma ex-namorada, pediu que caso ele seja colocado em liberdade, exista uma proibição dele se aproximar ou manter contato com a vítima e seus familiares, em especial, com as testemunhas. 

Com a denúncia, também ficou determinado que o parlamentar compareça todo mês ao juízo para justificar as atividades, além de ficar proibido de deixar o Rio de Janeiro sem fazer uma comunicação prévia às autoridades.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Autuado por agressões

Além de ser o principal suspeito no inquérito que apura a morte do menino Henry Borel, Jairinho é alvo de outra investigação movida pela polícia. O parlamentar é acusado de agredir e torturar a filha de uma ex-namorada, quando ficava sozinho com ela. 

A denúncia aponta que Jairinho bateu a cabeça da menina em vários lugares, além de ter aplicado chutes e socos contra a barriga da menina e afundado a cabeça dela em uma piscina.

O inquérito desta investigação foi concluído nesta sexta-feira (30), após provas documentais obtidas junto ao hospital em que a menina foi levada na época. 

Na última quinta-feira (29), Jairinho saiu do isolamento no Bangu 8 e foi colocado em uma cela com outros cinco presos. O espaço tem 70 metros quadrados e capacidade para até 44 presos. Monique, por sua vez, recebeu alta médica e foi levada novamente para o Instituto Penal Ismael Sirieiro. Ela segue em isolamento, mas também cumpre temporária até o dia 8. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade