in

São Paulo registra recorde de sepultamentos no mês de março

O índice é o maior após 6 anos, mortes ocasionadas pela Covid-19 impulsionaram os enterros.

Foto: Fábio Motta / Agência O Globo
Publicidade

Assim como todo o Brasil, a cidade de São Paulo vem sofrendo com o pior cenário da pandemia de Covid-19. Entretanto, mesmo com a alta de casos, internações e mortes a capital paulista vem flexibilizando as medidas de restrições. A capital paulista veio seguidamente batendo recorde de mortes diárias causadas pela Covid-19, e o mês de abril já é o mais letal da pandemia, contudo, outro dado assusta, o mês de março foi o mês com o maior número de sepultamentos.

Apesar do alto índice de mortes ocasionadas pela Covid-19, a Prefeitura de São Paulo não forneceu os dados que indicavam a quantidade de enterros que foram em consequência dos óbitos causados pela Covid-19.  De janeiro a março, a capital paulista registrou mais de 20 mil sepultamentos. O total de sepultamentos na cidade, no ano de 2020 superou a casa dos 75 mil.

O mês de março foi um mês marcado por recordes negativos, sendo o segundo mês mais letal da pandemia, atrás apenas do mês de abril que ainda não terminou. Outro recorde negativo ocorrido em março, foi a grande ocupação dos leitos de UTI.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Pela situação caótica que a cidade viveu, naquele momento a Prefeitura de São Paulo autorizou que quatro cemitérios da cidade realizassem sepultamentos noturnos. Naquela ocasião foram contratadas cerca de 50 vans para realizarem o transporte dos corpos das vítimas da Covid-19.

O mês de abril tem sido um verdadeiro terror não só para a cidade de São Paulo, mas também para todo o estado. Sendo o mês mais letal da pandemia, abril muito provavelmente irá superar o mês de março em número de sepultamentos. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade