in

Idoso é vacinado segurando cartaz com nome de amigos vítimas da Covid-19: ‘Não tiveram a mesma oportunidade’

O idoso prestou a homenagem a seus amigos que perderam a vida antes de terem a oportunidade de se vacinar.

GazetaWeb
Publicidade

Uma homenagem realizada por um idoso chamou atenção de todos, em Rio das Ostras, Baixada Litorânea do Rio. Elson Porto, de 62 anos, foi vacinado com a primeira dose da vacina de Oxford/AstraZeneca segurando um cartaz com o nome de amigos seus que perderam a luta contra a Covid-19.

“Hoje (23) chegou a minha vez, mas vários amigos não tiveram a mesma oportunidade e por esse motivo lhes dedico a minha vacina”, dizia o cartaz carregado por ele.

Elson, sua esposa, e as três filhas são moradores de Rio das Ostras desde o ano de 2011, porém, são naturais de Guaxindiba, no Norte Fluminense. Os amigos de Elson que aparecem no cartaz que ele levou no dia da vacinação são todos de sua cidade natal.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Segundo ele, são amigos que ele viu nascer e crescer, porém, infelizmente, foram todos vítimas da pandemia do coronavírus. “Todos eram pessoas novas, com 60 anos para baixo, 40, 35 anos… “, disse ele.

Além dos nomes, o cartaz de Elson também menciona o Sistema Único de Saúde, o popular SUS, e uma singela torcida para que a vacina seja disponibilizada para todos.

De acordo com ele, apesar de já possuir o desejo de prestar uma homenagem aos amigos que se foram, a ideia de fazer o cartaz veio de sua filha caçula, Elcia.

“Eu queria fazer essa homenagem para eles, mas não sabia como. Aí minha filha teve a ideia de fazer esse cartaz e eu gostei demais. Pena que não deu para incluir o nome de todos os amigos que eu perdi”, afirmou ele.

Dez amigos de Elson tiveram seus nomes citados em sua homenagem, porém, segundo ele, para citar todos seus amigos vitimados pela doença, ele precisaria levar mais um cartaz. Desde o início da pandemia, mais de 15 amigos do idoso perderam suas vidas por conta da Covid-19.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Higor Mendes

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.