in

Vídeo: tripulação de submarino que naufragou com 53 pessoas gravou “adeus” a comandante

A Força Aerea do país comunicou que encontraram destroços do submarino e que todos a bordo morreram.

G1
Publicidade

O mundo acompanhou a notícia do desaparecimento do submarino que tinha 53 pessoas a bordo. A Marinha da Indonésia compartilhou um vídeo comovente da tripulação do submarino KRI Nanggala – 402, que infelizmente acabou naufragando e matando todos que estavam dentro da embarcação em Bali na última semana.

No vídeo, a tripulação do submarino aparece cantando uma canção para poder se despedir do comandante da embarcação que estava deixando o cargo. As imagens foram filmadas a bordo do KRI Nanggal e mostra os tripulantes cantando Sampai Jumpa. A canção é muito popular no país e o nome quer dizer Adeus.

A música foi cantada para poder homenagear o comandante do submarino, Heri Oktavian, que naquele momento em que as imagens foram registradas estava acompanhando o grupo. “Não estou pronto para sentir sua falta, não estou pronto para deixá-lo. Te desejo o melhor“, diz um trecho da música que o grupo cantou como um coral.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Na imagem, é possível ver que o comandante da embarcação que recebe a homenagem está próximo do tripulante que esta tocando o violão. A pessoa designada para poder substituir Oktavian, foi o comandante Djawara Whimbo que assumiu a função de estar a frente da embarcação no mês de março, conforme foi informado pelo porta-voz das Forças Armadas da Indonésia.

O contato com o submarino foi perdido desde a última semana, na quarta-feira, 21 de abril, após ele ter submergido. Infelizmente, todos que estava a bordo não sobreviveram. A embarcação fazia parte da frota indonésia que contava com cinco submarinos.

Após buscas para tentar localizar o submarino, as Forças Armadas da Indonésia comunicou neste último domingo, 25 de abril, que foram achados três partes de fragmentos a uma profundidade aproximada de 800 metros. Foi quando comunicaram que todos os tripulantes morreram.

Publicidade
Publicidade
Publicidade