in

Bolsonaro declara não estar preocupado com a CPI da Covid e nem mesmo com Lula

O presidente novamente disse que poderá utilizar as Forças Armadas contra um possível lockdown.

Foto: Alan Santos/PR
Publicidade

Nesta segunda-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que não está nem um pouco preocupado com a instalação da CPI da Covid, que busca analisar se a atuação do governo federal diante a pandemia de Covid-19 está correta. Bolsonaro ainda declarou que o fato do ex-presidente Lula ser seu possível rival nas eleições de 2022 também não o estressa no momento.

O presidente marcou presença na inauguração da duplicação de um trecho da rodovia BR-101 no interior da Bahia. No local havia alguns membros da imprensa e Bolsonaro aproveitou para realizar suas declarações de forma rápida. Além da CPI e da possível candidatura de Lula, o presidente também usou o espaço para voltar a atacar os governadores de estado. Bolsonaro afirmou novamente que poderá utilizar as Forças Armadas caso ocorra um lockdown.

Bolsonaro ainda se demonstrou despreocupado com a possível candidatura do ex-presidente Lula em 2022 e declarou que atualmente sua única e exclusiva preocupação é o Brasil. O presidente voltou a afirmar que as pessoas que votarem em Lula não entendem nada de política. Com vários ataques, Bolsonaro também criticou abertamente o STF e disse que não é aceitável que alguns prefeitos e governadores tenham conseguido do Supremo Tribunal Federal o direito de realizar um lockdown.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O presidente ainda foi questionado pelo episódio que ocorreu em Manaus, em que Bolsonaro posou para um fotografia ao lado de uma imagem que continha os dizeres “CPF cancelado”. O chefe do executivo se esquivou da pergunta e ainda chamou a repórter que o questionou de idiota. 

Apesar de não se dizer preocupado, Bolsonaro vem tentando articular uma possível base de apoio na votação da CPI da Covid, o governo federal não conseguiu muitos membros participantes, desse modo perdeu cargos importantes como a presidência da CPI .

Publicidade
Publicidade
Publicidade