in

Médicos e enfermeiros se emocionaram com menina agredida pela mãe e madrasta; ela morreu

Profissionais do hospital onde a criança ficou internada se emocionaram com situação.

Reprodução Globo / Montagem Diogo Marcondes
Publicidade

 Ketelen Vitória da Rocha, de seis anos, foi espancada pela mãe, Gilmara Oliveira de Farias, de 27 anos, e pela madrasta, Brena Luane Barbosa Nunes. O crime que está chocando todo o Brasil aconteceu na cidade de Porto Real, sul do estado do Rio de Janeiro, na semana passada.

Entre sexta-feira (16) e domingo, a garotinha foi espancada pelas duas adultas. Gilmara costumava postar fotos nas redes sociais dizendo que amava a filha. Na sexta, Ketelen derrubou um copo de leite e causou a revolta da mãe e da madrasta.

A sessão de tortura durou todo o fim de semana. Rosângela Nunes, de 50 anos, mãe de Brena, contou que não chamou vizinhos nem a polícia porque foi ameaçada de morte pela própria filha. Temendo pela vida, ela ficou quieta. Apenas na segunda-feira (19) é que a criança foi encaminhada ao hospital.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Ketelen emociona equipe de atendimento

A pequena Ketelen foi levada ao Hospital Municipal de Porto Real. De lá, foi transferida para um hospital particular em Rezende. A situação era crítica. A luta da menina pela vida e a história de tudo o que aconteceu com ela emocionou médicos, enfermeiros e outros funcionários da unidade de saúde.

Todos ficavam surpresos ao saber que a menina tinha resistido a 48 horas de espancamento, em que levou chutes, socos, teve a cabeça batida na parede e foi jogada de um barranco de cerca de sete metros no fundo da casa onde morava. Na madrugada deste sábado, Ketelen não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 3h30. O enterro aconteceu neste domingo, em Japeri.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!