in

‘Operação Contágio’: PF apreende R$ 463 mil em dinheiro vivo em cidade da grande São Paulo

A investigação versa sobre desvios na prestação de serviços de saúde, em São Paulo.

Polícia Federal
Publicidade

A Polícia Federal (PF) apreendeu mais de R$ 463 mil, em Cotia, na Grande São Paulo, na ‘Operação Contágio‘. A investigação investiga desvios na prestação de serviços de saúde em São Paulo. A fraude poderia chegar nos R$ 100 milhões, mas a primeira apreensão é bem volumosa, com a PF encontrando quase meio milhão em dinheiro, após uma noite de vigília. 

‘Operação Contágio’ começou na terça-feira

Foram precisas algumas horas até que a PF pudesse fazer a contagem dos valores, perante toda essa quantia. Os números certos perfazem R$ 463.845,00, que a polícia afirmou ter encontrado no âmbito dessa operação, uma “vultuosa quantia em dinheiro em espécie”, segundo as declarações citadas no portal Pleno News.

A ‘Operação Contágio’ foi iniciada na terça-feira (20), após suspeitas de desvios em contratos de Saúde. As investigações apontam para contratos assinados entre as prefeituras de Hortolândia, Embu das Artes e Itapecerica da Serra com uma organização social.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Essa organização pertence a um veterinário recém-formado, de apenas 28 anos de idade. Ele reside em Presidente Bernardes, que fica a mais de 400 km dos locais em que os serviços de saúde seriam prestados, o que também teria levantado suspeitas.

PF apreende R$ 463 mil em dinheiro

A distância entre os municípios é grande e alguns dos contratos poderiam ter sido assinados mesmo com empresas inexistentes. Ou seja, não teve qualquer prestação de serviços, apenas o contrato e a transferência de dinheiro. Apesar disso, teriam sido transferidas centenas de saques em dinheiro vivo. A Polícia Federal suspeita que o dinheiro tenha sido transportado com escolta de guarda civil municipal.

A primeira grande apreensão de dinheiro já aconteceu, com quase meio milhão. Porém, os saques seriam de mais de R$ 18 milhões. Dessa vez, a PF aproveitou as imagens das câmeras de segurança em um edifício da referida organização social. A Polícia alertou para “a chegada de pessoas carregando uma mala e a saída de um indivíduo com um pacote aparentando conter dinheiro”, durante a vigília que teria demorado toda a noite, até que a apreensão aconteceu na manhã dessa sexta-feira (23). Esse é o primeiro grande golpe na investigação, que pode ter lesado a Saúde em muitos milhões.

Publicidade
Publicidade
Publicidade