in

Lesão no fígado, marcas de unhas e hemorragia: laudo dá detalhes tristes sobre últimos momentos de Henry

A criança foi declarada morta em 8 de março após ser levado ao hospital Barra D’or.

UOL
Publicidade

O menino Henry Borel Medeiros foi declarado morto na madrugada de 8 de março deste ano. A criança havia voltado de um final de semana alegre com o pai, o engenheiro Leniel Borel, que o entregou por volta das 19h30 do dia 7 para a mãe, Monique Medeiros da Costa e Silva.

Após investigação no corpo de Henry, ficou constatado que o menino, que estava prestes a completar cinco anos, sofreu mais de 20 lesões pelo corpo que teriam sido provocadas com ação contundente, caracterizando, para a polícia, uma agressão.

O padrasto de Henry, a quem ele se referia como “tio”, o vereador Jairo Souza Santos Júnior, que até pouco tempo fazia parte do partido Solidariedade, foi preso. Ele é investigado como sendo o principal suspeito pela morte do enteado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Um laudo divulgado recentemente mostra qual foi a causa da morte de Henry. De acordo com o documento, a criança foi a óbito em um intervalo de quatro horas após sofrer hemorragia interna provocada por lesão hepática.

Após profunda análise, peritos chegaram à conclusão que Henry já havia ido a óbito no momento em que era socorrido pela mãe e o padrasto às 4h09 do dia 8. Sendo assim, acreditam que a morte deve ter ocorrido entre 23h30 e 3h30.

O perito responsável ainda revelou que a vítima apresentava lesões nas áreas “nasal” e “infra orbital”, que são compatíveis com escoriações provocadas por unhas. Henry também tinha uma ferida no lábio causada durante uma tentativa de intubação na unidade de saúde para a qual ele foi levado.

Monique e Jairinho estão presos temporariamente, mas devem ser indiciados pelo crime de homicídio duplamente qualificado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Aurilane Alves

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn