in

Tragédia: explosão em prédio mata mãe e filho de 3 anos; vários ficaram feridos e cena comove

Todo o prédio ficou comprometido após a explosão, quatro casas próximas também foram interditadas

G1 - R7
Publicidade

Uma explosão ocorrida na madrugada de hoje (4), em um prédio residencial de João Pessoa (PB), deixou um cenário desolador e culminou na morte de duas pessoas. Uma mulher de 24 anos, e o filho, de 3 anos, foram encontrados carbonizados no local. 

Estudante de radiologia, Jaciele Almeida trabalhava como garçonete na capital paraibana e residia no local com o filho Davi Lucas.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, a suspeita é que o acidente tenha sido provocado por um vazamento de gás de cozinha. O prédio em que a tragédia foi registrada era composto por seis kitnets, segundo a GloboNews.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

“A frágil estrutura da casa e a posição das vítimas no momento do acidente causaram as duas vítimas fatais e as três que foram socorridas, até o momento, para o hospital de trauma”, afirmou o capitão Bezerra, do Corpo de Bombeiros, em entrevista à emissora do Grupo Globo.

Integrante da equipe que atendeu a ocorrência, o capitão Jeferson Caminha informou que a tragédia se deu por volta das 4h deste domingo (04), e que a primeira vítima retirada do local estava muito queimada. Além disso, o cheiro de GLP, característico do gás, estava forte no ambiente, reforçando ainda mais a suspeita que a explosão se deu por vazamento de gás. 

Interdição

Ainda segundo a corporação, toda a estrutura do prédio e de quatro residências próximas ao local do acidente foram danificadas. Nesta situação, o setor foi interditado, e a Defesa Civil promoverá a demolição. Os moradores atingidos pela tragédia serão abrigados em centros de referência do município. 

O prédio onde o acidente ocorreu era composto por 10 quitinetes, quatro na parte de baixo e seis no segundo andar. De acordo com testemunhas, o barulho de explosão foi ouvido a uma grande distância.

Publicidade
Publicidade