in

Padre morre vítima da Covid-19 após passar um mês lutando contra a doença; fiéis ficam desolados

Religioso deu entrada no hospital com sintomas de dengue, mas o resultado positivo para Covid-19 saiu logo em sua internação.

G1
Publicidade

Figura bastante conhecida em Cáceres, cidade do Mato Grosso, o padre Edson Luiz Dias Cardoso, de 59 anos, foi mais uma vítima fatal da Covid-19 entre religiosos. O sacerdote estava internado desde o início de mês no Hospital Regional Dr. Antônio Fontes (HRC).

Em nota divulgada, a Diocese São Luiz de Cáceres lamentou o falecimento do religioso, que em maio completaria 60 anos de vida, e prestou solidariedade aos familiares no momento de perda. 

“Rezemos pelo Padre Edson, pela sua família e por toda a Diocese que perde um filho, um amigo, um irmão e um sacerdote zeloso com a Igreja e com o povo de Deus. Deixará grandes recordações em nossos corações”, diz um trecho da nota.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Ainda no pronunciamento, a Diocese, através do bispo Dom Jacy Diniz, pediu que os fiéis continuem em orações por todos os diáconos, presbíteros, padres e bispos que doaram as suas vidas, e continuaram cumprindo a missão, mesmo durante o tempo delicado de pandemia do coronavírus.

Nas redes sociais, diversas pessoas da comunidade católica e autoridades de Cáceres lamentaram a morte do religioso. 

Edson Luiz foi internado no início de março, com sintomas de dengue. Contudo, após a realização de exames, ficou constatado que o religioso estava infectado pelo coronavírus. 

Trajetória

Edson Luiz iniciou sua vida religiosa no início de década de 1980. Em fevereiro de 1983, ele deixou a cidade mato-grossense e embarcou rumo à Apucarana, no Paraná. O sacerdote terminou o seu curso de filosofia em Campo Grande (MS), onde deu os primeiros passos no sacerdócio.

Em janeiro de 1990, Edson foi ordenado padre em cerimônia realizada na Catedral São Luiz, em sua cidade Natal.  

Publicidade
Publicidade