in

‘Para derrotar Bolsonaro, sento até com Lula’, apela o governador João Doria

O deputado federal Orlando Silva revelou a frase de Doria em entrevista para a Revista Fórum.

Reprodução/Divulgação
Publicidade

De acordo com informações passadas pelo deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP), o governador de São Paulo, João Doria, disse para ele que poderia até conversar com o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para que eles unissem forças contra a reeleição do atual presidente, Jair Bolsonaro (sem partido). As informações foram divulgadas em uma matéria da Revista Fórum.

Na entrevista, Orlando fez questão de relembrar do encontro que teve com o governador João Doria.

O deputado diz que Doria, falando sobre política, disse a seguinte frase: “em 2022, para derrotar Bolsonaro, eu sento até com o Lula”. Neste momento, Orlando disse ter respondido ao governador que, desta forma, ele iria por “um bom caminho”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Além disso, o deputado também contou que já havia relatado para Doria que ficou com a sua frase na cabeça e, inclusive, que falaria sobre isso com um jornalista quando tivesse a chance. “Pode falar”, teria respondido João Doria.

E não foi só isso, Orlando ainda chegou a confessar que apoiaria qualquer candidato contra Bolsonaro em um possível segundo turno em 2022. “Sou muito contra Bolsonaro”, resumiu.

Vale ressaltar que o embate entre o governador de São Paulo e Bolsonaro já teve início há algum tempo. Há um mês, por exemplo, Doria chegou a dizer que o chefe do executivo é “um cara louco”, isso durante uma entrevista concedida à BBC World News, o canal internacional de notícias da BBC.

Ressaltando que Bolsonaro disse que a população tem que ser forte, parar de chorar e enfrentar o problema, se referindo a pandemia da Covid-19, Doria questiona como que podemos enfrentar o problema diante de tantas pessoas morrendo diariamente no país.

Publicidade
Publicidade