in

Bolsonaro faz brincadeira e parabeniza, ‘com honrosas exceções’, jornalistas pelo ‘Dia da Mentira’

O presidente Jair Bolsonaro usou sua live para fazer uma brincadeira sobre o dia 1º de Abril, o Dia da Mentira.

Marcos Corrêa/PR
Publicidade

O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) aproveitou a sua live semanal nas redes sociais para brincar e ao mesmo tempo alfinetar os veículos de imprensa do País. Para isso, Bolsonaro parabenizou jornalistas e repórteres pelo conhecido “Dia da Mentira” (1º de abril).

Ressaltando que a live aconteceu na quinta-feira, 1º, dia primeiro de abril, Bolsonaro disse querer cumprimentar, “com honrosas exceções”, os jornalistas e repórteres de grandes veículos jornalísticos, como o Folha de S. Paulo, do Globo, estadão e Época. 

E não foi só isso. Bolsonaro ainda fez questão de citar um exemplo da falta de credibilidade da imprensa brasileira através de uma reportagem realizada pela Folha onde é divulgado a queda do lucro do grupo Globo no ano passado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Contudo, vale ressaltar que os ataques do presidente contra a imprensa não começaram recentemente. Desde o início de seu mandato, Bolsonaro vive se envolvendo em polêmicas com jornalistas e repórteres brasileiros. Recentemente, por exemplo, o chefe do Executivo foi condenado a indenizar a jornalista Patrícia Campos Mello, do jornal Folha de S. Paulo.

Patrícia processou o presidente da República após ser sido alvo de um ataque, com cunho sexual, realizado por Bolsonaro durante uma entrevista no dia 18 de fevereiro de 2020. Comentando sobre uma reportagem feita pela jornalista, na qual dizia que a empresa de marketing digital Yacowns teria participação no esquema envolvendo o disparo de mensagens através do Whatsapp durante as eleições, Bolsonaro disse que Campos Melo “queria um furo”, e completou: “ela queria dar o furo”.

Publicidade
Publicidade