in

George Floyd: novo vídeo mostra Floyd implorando para não ser morto; ‘Acabei de perder minha mãe’

As novas imagens foram anexadas ao processo e analisadas pelo tribunal que julga o caso.

Correio Braziliense/Court TV
Publicidade

Novas imagens sobre o caso de George Floyd, homem negro morto por policiais, em Minneapolis, nos EUA, foram divulgadas e passaram a compor o leque de provas analisadas pelo tribunal que julga o caso. Na nova filmagem, captada por uma câmera instalada no uniforme de um dos policiais, Gorge aparece implorando aos policiais por sua vida enquanto era detido.

Floyd veio a falecer após ser sufocado por policiais durante uma abordagem. A morte do americano gerou uma comoção a nível global contra o racismo e a violência policial. Nesta semana, testemunhas foram ouvidas pelo tribunal para fomentar o processo contra Derek Chauvin, agende de segurança pública acusado de homicídio e homicídio culposo pela morte de Floyd.

No vídeo que causou a repercussão mundial, o policial Chauvin aparece com o joelho pressionando o pescoço de George por mais de nove minutos, enquanto o mesmo pede ao agente para não ser ferido. “Eu não sou um cara mau”, diz ele. O policial Chauvin, de 45 anos, foi demitido da polícia e nega todas as acusações.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

As imagens do uniforme de Thomas Lane, J Alexander Kueng e Tou Thao, oficiais que também participaram da ação foram entregues e vistas pelo tribunal. Na câmera de Lane, Floyd pode ser visto sendo acuado pelos policiais e implorando para que os mesmos não o matem. “Por favor, não atirem em mim. Acabei de perder minha mãe”, diz ele.

Mesmo algemado, George não deixa de implorar a Lane e Kueng, afirma que não está oferecendo resistência e acrescenta dizendo que fará tudo o que eles disserem. A situação fica ainda mais complicada quando os policiais tentam colocar Floyd em um veículo. Neste momento, o homem começa a chorar e a resistir afirmando estar claustrofóbico e ansioso.

Durante o intervalo entre George ser arrastado para fora do carro e o momento em que os policiais o rendem no chão, é possível ouvi-lo chamando por sua mãe e dizendo a seus familiares que os ama.

Publicidade
Publicidade
Higor Mendes

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.