in

Polícia investiga perda de 1300 vacinas contra a Covid-19 em Minas Gerais

No momento em que a pandemia da Covid-19 dispara no Brasil, qualquer erro pode ter consequências dramáticas.

Covid-19 - Patos Hoje
Publicidade

No momento em que a pandemia da Covid-19 dispara no Brasil, qualquer erro pode ter consequências dramáticas. O Brasil continua passando as 3 mil mortes diárias pela doença, e a única esperança continua sendo a vacinação. Quanto mais pessoas imunizadas, menor será a gravidade da infeção no país. Porém, nem tudo corre bem e, em Presidente Olegário, Minas Gerais, o secretário municipal de saúde, Douglas Cambraia, confirmou que o município perdeu 1300 vacinas, no final de semana passado.

Geladeira desligou e se perderam 1300 vacinas contra a Covid-19

A Polícia Militar registrou a ocorrência e o caso vai ser investigado. Afinal, nesse momento global, as vacinas contra a Covid-19 são um bem muito valioso. No total, foi confirmada a perda de 1300 vacinas depois que a geladeira desligou. Além de toda essa perda, a vacinação também foi interrompida, o que atrasou mais ainda todo o processo.

Claro que a investigação da Polícia Civil, que tem já o boletim de ocorrência, vai esclarecer todo o incidente. Porém, de acordo com as primeiras fontes, tudo teria acontecido por uma quebra infeliz no fornecimento de energia. Quando os funcionários chegaram pela manhã para iniciar a vacinação, eles encontraram a geladeira desligada. Como o centro não nem refrigeração, não teve salvação e as vacinas ficaram definitivamente perdidas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Queda de energia poderia ter estragado vacinas

Douglas Cambraia, secretário municipal de saúde, ficou desolado com essa perda. Foi logo acontecer um dia depois de Presidente Olegário receber uma remessa de doses. Eles tinham guardadas 320 vacinas e receberam, na sexta-feira, mais 980. Infelizmente, essa suposta queda do fornecimento de energia motivou que todas se desperdiçassem.

Localidades como Patos de Minas e Presidente Olegário sofreram um apagão na noite de sábado (27), e poderia ter sido esse o motivo que causou o desligamento da geladeira. Como se sabe, as vacinas precisam estar sempre em uma temperatura baixa. Não acontecendo, elas se perdem. Na segunda-feira (29) de manhã, a vacinação no município foi suspensa, entretanto, chegaram novas vacinas e está tudo decorrendo com normalidade.

Publicidade
Publicidade