in

Estudante de medicina morre de Covid aos 25 anos; pai havia morrido dois dias antes

Pai era médico e atuava em unidades de saúde da cidade de Natal, no Rio Grande do Norte.

Redes sociais Emilly Cavalcante Belarmino
Publicidade

As histórias envolvendo a Covid-19 são das mais tristes no Brasil. Famílias foram destruídas por causa da doença causada pelo coronavírus. No momento, uma história que repercute é a de Emilly Cavalcante Belarmino, de 25 anos. A estudante de Medicina morreu na madrugada desta quarta-feira (31).

Estudante do quinto ano de Medicina na Argentina, Emilly retornou ao Brasil no segundo semestre do ano passado devido à pandemia. A jovem vivia com a família em Natal. No dia 3, Emilly começou a apresentar sintomas da doença. O pai dela, João Joaquim Cavancante Neto, de 61, também apresentou sintomas neste dia.

No dia 10, o quadro de saúde do doutor João se agravou. O homem que atuava na área de pediatria em unidades de saúde do Natal, precisou ser internado na unidade de pronto-atendimento (UPA), do bairro Cidade Esperança. No dia seguinte, ele foi transferido para o Hospital de Campanha de Natal.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

No dia 12, foi Emilly quem teve agravamento em seu quadro de saúde. Atendida na UPA Cidade Esperança, ela ficou internada. A jovem também foi encaminhada para o Hospital de Campanha. No dia 16, Emilly teve piora na saúde e precisou ser intubada. Naquele momento, o estado dela era mais grave que o do pai.

João também foi intubado, chegou a ser extubado, mas piorou e teve que ser reintubado. Na segunda-feira (29), o médico não resistiu e morreu. Menos de 48 horas depois, por volta de 1h40 desta quarta-feira, Emilly não resistiu e morreu. Em menos de dois dias, a família perdeu dois entes queridos. Ficaram a mãe e uma filha.

Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!