in

Auxílio Emergencial: Caixa divulga calendário das novas parcelas do benefício; quem recebe primeiro?

Benefício terá mais quatro cotas em 2021, mas com valores diferenciados de acordo com perfil.

Agência Brasil
Publicidade

Depois de muitos entraves, incertezas e um cenário quase que irreversível, o Auxílio Emergencial está de volta. Nesta quarta-feira (31), o governo federal e Caixa Econômica Federal anunciaram quando os novos pagamentos do benefício serão iniciados.

Em uma reunião do presidente Jair Bolsonaro com ministros e presidentes da Caixa e Dataprev, ficou estabelecido que o programa terá os novos pagamentos iniciados na próxima semana, mais especificamente na terça-feira (06). 

Além do anúncio de quando o benefício recomeça, governo e Caixa divulgaram o cronograma para os pagamentos. Desta feita, os primeiros contemplados serão beneficiários inscritos no programa via  Cadastro Único e para os que se inscreveram por meio do site e aplicativo. Já para os brasileiros que já integram o Bolsa Família, os pagamentos se iniciarão a partir do dia 16 de abril, tendo como base o dígito final do NIS. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Cadastro Único e inscritos via site ou aplicativo

Para estes grupos, o cronograma de pagamento será iniciado no dia 6 de abril, e a exemplo do ano passado, segue a linha do mês de nascimento dos beneficiários. 

Em um primeiro momento, o montante será depositado na poupança digital, e pode ser utilizado para operações no Caixa Tem. Saques e transferências, serão liberadas posteriormente. 

Bolsa família

Já para quem faz parte do Bolsa Família, o calendário começa no dia 16 de abril, tendo como base o dígito final do NIS (Número de Inscrição Social).

Para este público, os pagamentos serão feitos da mesma forma que é pago o Bolsa Família.

Nesta nova fase, o Auxílio Emergencial terá um volume menor de beneficiários, estima-se que 46 milhões devem ser atendidos, e os valores das cotas variam de acordo com cada família, com cota mínima de R$ 150 e máxima de R$ 375. 

Publicidade
Publicidade