in

Pai diz que Henry morreu de forma violenta e nunca acreditou na versão da ex-mulher: ‘Como falar em acidente?’

Menino de quatro anos morreu na madrugada do dia 8 de março; óbito ainda é um mistério.

REPRODUÇÃO - R7 - UOL - MONTAGEM
Publicidade

O caso de morte do menino Henry Borel segue com investigações avançadas. Nos últimos dias, a Polícia Civil tem colhido importantes depoimentos para elucidar a ocorrência que comoveu o país e intriga até mesmo os investigadores, que trabalham com a linha de acidente doméstico ou ação criminosa.

Neste domingo (28), o programa “Domingo Espetacular”, da Record TV, trouxe novos desdobramentos das investigações e exibiu uma entrevista exclusiva com o pai de Henry, o engenheiro Leniel Borel de Almeida.

Segundo ele, em nenhum momento a versão apresentada pela ex-esposa, Monique Medeiros, e pelo atual companheiro dela, o vereador Dr. Jairinho (Solidariedade), classificando o caso como acidente doméstico, o convenceu.  “Como falar em acidente em uma cama? Algo tão agressivo”, disparou Leniel.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Lesões

No laudo da perícia no corpo de Henry, os peritos constataram vários hematomas no abdômen e nos membros superiores; além de infiltração hemorrágica na região do crânio, grande quantidade de sangue no abdômen e lesão no rim.

Na entrevista, Leniel comparou o resultado do laudo com uma queda de um prédio de três andares ou capotamento de carro tendo em vista a gravidade dos ferimentos encontrados no corpo de seu filho. Na versão apresentada por Monique Medeiros, o menino teria caído da cama antes de morrer. 

Vivenciando um momento doloroso, Leniel questionou o que fizeram com o seu filho, e diz estar sendo difícil conviver com o sentimento de perda.  “Eu não consigo dormir, acordo chorando, durmo chorando. Está sendo muito difícil”, desabafou Leniel.

A Polícia Civil intimou a psicóloga que vinha atendendo Henry após a separação dos pais para depor. A oitiva da profissional é cerca de expectativa, e pode contribuir para que o caso seja desvendado.

Publicidade
Publicidade