in

Mulheres de 34 e 44 anos que se disfarçaram de idosas para tomar vacina contra Covid-19 recebem dura punição

Com óculos, máscaras e toucas, as mulheres despertaram a atenção de funcionários da campanha.

G1 | Divulgação
Publicidade

Um caso inusitado ocorreu na Flórida, Estados Unidos, nesta semana. De acordo com o site G1, duas mulheres foram flagradas tentando burlar o sistema de vacinação disfarçadas de idosas. No momento, o país está na fase de imunização de idosos, e as mulheres, de 34 e 44 anos, tentaram mudar a aparência para receberem o imunizante.

Olga Monroy-Ramirez, de 34 anos, e Martha Monroy, de 44, receberam ameaças de prisão caso voltem ao local. As duas mulheres chegaram a receber a primeira dose da vacina e retornaram para receber a segunda dose. Uma observação foi anexada em seus prontuários para que elas não consigam receber a vacina em outro posto de atendimento.

As mulheres chamaram a atenção de funcionários da campanha ao surgirem no local com vários acessórios, como máscaras, toucas e óculos. Logo, um agente da equipe percebeu que as duas não possuíam a idade declarada e chamaram a polícia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em um vídeo divulgado pela delegacia da Flórida, um policial alerta sobre o ato praticado pelas mulheres. “Vocês sabem o que fizeram? Vocês roubaram vacina de alguém que precisa dela mais do que vocês. E agora vocês não vão receber sua segunda (dose) e então isso é uma total perda de tempo que tivemos aqui”, afirmou o agente da lei.

Ainda de acordo com a polícia, Olga e Martha falsificaram as datas de nascimento e os dados dos cartões de vacina. Em outro trecho do vídeo, o policial afirma que as mulheres precisam aguardar sua vez de acordo com o calendário de vacinação, sob pena de serem presas. As mulheres também foram proibidas de entrarem no Centro de Convenções onde foram flagradas.

Publicidade
Publicidade