in

Morre Maguito Vilela em decorrência da Covid-19; ele perdeu duas irmãs pelo mesmo motivo

Prefeito eleito enquanto estava internado na UTI do Albert Einstein, Maguito Vilela havia perdido duas irmãs para a Covid.

Reprodução/G1/Maguito Vilela
Publicidade

O ex-governador de Goiás e prefeito licenciado da cidade de Goiânia, Maguito Vilela faleceu aos 71 anos nesta quarta-feira (13). O seu quadro se agravou após uma infecção nos pulmões, em decorrência da Covid-19. O político lutou pela vida por mais 80 dias. 

Ele morreu devido às complicações da doença após ter perdido duas irmãs para o vírus causador da pandemia. As irmãs de Vilela, Nelma Vilela Veloso, de 76 anos e Nelita Vilela, de 82 anos haviam falecido em 2020.

Nelma tinha diabetes e apresentava problemas pulmonares antes de lutar contra o vírus. As comorbidades agravaram o caso e ela não resistiu. Seu falecimento foi confirmado em 19 de agosto. Menos de dez dias depois, em 28/08, Nelita também faleceu. Ela passou duas semanas internada na UTI do Hospital das Clínicas, na cidade de Jataí.

Publicidade
Publicidade

A vida de Maguito Vilela

Advogado e político, Luiz Alberto Maguito Vilela nasceu em 1949 e completaria 72 anos em 24 de janeiro. Natural de Jataí, deixa a esposa Flávia Teles e quatro filhos: Vanessa, Daniel, Maria Beatriz e Miguel. 

Prefeito licenciado eleito pelo MDB, Maguito Vilela foi vereador, deputado estadual, federal e vice-governador. Ele governou Goiás entre 1995 e 1998. Foi senador e vice-presidente do Banco do Brasil. Foi prefeito de Aparecida de Goiânia por dois mandatos (2008 e 2012) e venceu sua última eleição em 2020, enquanto estava intubado para se recuperar da doença.

Maguito se tornou figura pública na luta contra a Covid-19 após a divulgação de fotos no hospital às vésperas da eleição que disputava. Sua posse foi tomada direto do hospital.

Publicidade
I Feitosa

Escrito por I Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.