in

Voo da esperança: primeiras doses da CoronaVac desembarcam no Brasil

Cerca de 120 mil doses chegaram ao Brasil na manhã desta quinta-feira (19).

Reprodução: Globo
Publicidade

A Covid-19, doença causada pelo coronavírus, segue avançando em todo o mundo e já fez mais de 167 mil vítimas fatais no Brasil desde que a primeira morte pela doença foi registrada no país, no dia 12 de março, na cidade de São Paulo. A grande esperança no combate à pandemia é a vacina.

Na manhã desta quinta-feira (19), um avião da empresa aérea Turkish Airlines pousou no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, trazendo cerca de 120 mil doses da CoronaVac, vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

De acordo com informações da Record TV, a carga vinda da China estava armazenada em um temperatura de oito graus negativos. Estas foram as primeiras doses a desembarcarem no país que é o segundo em número de mortes em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

Publicidade

CoronaVac é alvo de disputa política

De um lado está o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), visto como o grande nome político à frente da Coronavac. Do outro lado, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), crítico da vacina chinesa. A disputa entre os dois ganhou contornos dramáticos há duas semanas.

Publicidade

A Anvisa suspendeu os testes da Coronavac no Brasil depois da morte de um voluntário. Bolsonaro usou as redes sociais para comemorar a paralisação como uma vitória pessoal. A morte do voluntário não teve nada a ver com os testes da vacina. Ele tirou a própria vida. 

Bolsonaro e Doria também divergem em relação à obrigatoriedade da vacina. Enquanto o governador de São Paulo diz que a vacina será obrigatória, o presidente afirma que não. Em meio à guerra política, o Brasil se aproxima de 170 mil óbitos por Covid-19.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br