in

Pesquisa indica que produto de uso cotidiano pode matar Covid-19 em 30 segundos

Estudo foi divulgado nesta semana por universidade do Reino Unido; testes iniciais se mostraram expressivos.

Pixabay
Publicidade

A pandemia do coronavírus segue assolando a população mundial em larga escala, e alguns países já vivenciam a “segunda onda” da Covid-19. Mergulhados em estudos, cientistas buscam o desenvolvimento de uma vacina, enquanto outros grupos buscam alternativas de combater o vírus.

Em uma pesquisa realizada em Cardiff, no Reino Unido, pesquisadores constaram que o enxaguante bucal pode liquidar o coronavírus em questão de 30 segundos.

Embora o estudo sugira que o uso do produto pode ajudar a matar o vírus na saliva, ainda não há evidências de que ele possa ser utilizado no tratamento para o coronavírus, isto porque não teria a capacidade de alcançar o trato respiratório ou os pulmões. 

Publicidade

Cientistas britânicos notaram “sinais promissores” após a realização de bochechos com enxaguante bucal que eliminaram o vírus. 

Publicidade

De acordo com Nick Claydon, especialista em periodontologia, se constatado a eficácia, o enxaguante bucal pode ser tornar algo extremamente indispensável na rotina das pessoas no ‘novo normal’.

“Se esses resultados positivos forem refletidos no ensaio clínico da Universidade de Cardiff, enxaguantes bucais baseados em CPC (Cloreto de cetilpiridínio)… podem se tornar um complemento importante à rotina das pessoas, junto com a lavagem das mãos, o distanciamento físico e o uso de máscaras, ambos agora e no futuro”, disse Nick Claydon.

Reforça outro estudo

Mesmo ainda não tendo sida alvo de uma revisão por pares, esta pesquisa reafirma o que já ficou constatado em outro estudo recente que afirmou que os bochechos com CPC são significativamente eficazes na redução da carga viral. Em solo nacional, a pandemia do coronavírus já vitimou quase 170 mil pessoas e tem registro de mais de 5 milhões de casos de infecção. 

Publicidade