in

A vacina é segura: Butantã anuncia a melhor das notícias e enche os corações dos brasileiros de esperança

Em parceria com a chinesa Coronavac, o Instituto Butantã encaminha fase final de testagem da vacina contra o coronavírus.

João Dória/Twitter
Publicidade

O governo do estado de São Paulo anunciará para a população na próxima segunda-feira, dia 19 de outubro, que a vacina produzida pela companhia chinesa Coronavac, em parceria com o Instituto Butantã, é segura para ser ministrada em seres humanos. Este imunizante é um dos mais avançados na reta final de testagem, sendo um forte competidor para ser utilizado no Brasil no decorrer dos próximos meses.

Os testes iniciais, realizados na China, submeteram 50 mil voluntários à imunização pela vacina da Coronavac. Os resultados foram fantásticos, mas restava o crivo do teste em voluntários brasileiros. No total, 9 mil pessoas se inscreveram para participar desta corrida científica, e os resultados foram novamente animadores, confirmando os anteriores.

Apesar da notícia ser entusiasmante, ainda será necessário aguardar algumas semanas para a liberação do imunizante. Informações apuradas pelo jornal O Estado de S.Paulo atestam que os dados da eficácia da vacina Coronavac/Butantã serão divulgados somente entre os meses de novembro e dezembro.

Publicidade

A etapa concluída nesta semana, segundo Dimas Covas, diretor do Butantã, é a primeira da fase final de testagens. Parte do grupo de 9 mil voluntários ainda precisa ser submetida à segunda dose da vacina, a fim de que seja avaliada sua eficácia no combate ao agente infeccioso.

Publicidade

“Já temos os dados de segurança dessa etapa, eles são muito parecidos com os chineses (estudo em que mais de 90% dos voluntários não tiveram eventos adversos). São esses dados que vou detalhar na segunda”, pontua Covas.

Publicidade
Henrique

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.