in

Em risco: Vaticano confirma caso de Covid-19 na residência de Papa Francisco

Morador de mesma residência do Papa Francisco testou positivo para o coronavírus e não teve identificação revelada.

(Crédito: Vatican Media/AFP)
Publicidade

Em comunicado enviado neste sábado (17), o Vaticano informou que um morador da residência Santa Marta, onde mora o Papa Francisco, testou positivo para a Covid-19. O homem, que não teve a identidade revelada, foi colocado em isolamento, e está assintomático. Por questões de prevenção, todos que tiveram contato com ele, foram isolados.

Este não é o primeiro caso de Covid-19 na residência que comporta os cardeais e membros do clero em mais de 130 quartos e suítes. No mês de março, outro morador testou positivo para a doença durante o pico da pandemia na Itália. 

De acordo com Vaticano, o Papa Francisco tem sido testado regularmente para o coronavírus, e apesar do caso de diagnóstico da doença no morador, seguirá normalmente a sua agenda oficial neste sábado. Além de integrar o grupo de risco da Covid-19, o religioso argentino teve uma parte do pulmão retirada em função de uma infecção quando era mais jovem. 

Publicidade

Outros casos

Na última semana, quatro membros da Guarda Suíça, que são responsáveis por proteger o Papa testaram positivo para o coronavírus. 

Publicidade

Ainda segundo o comunicado, outros três moradores do Vaticano, que foram recentemente diagnosticados com o coronavírus se recuperaram. 

Nova onda

Primeiro epicentro da pandemia do coronavírus no continente europeu, a Itália convive com o surgimento de uma segunda onda da Covid-19. Na última sexta-feira (16), o país registrou mais de 10 mil novos casos em um intervalo de apenas 24 horas. A contagem diária foi a maior desde o início do surto na região. O cenário de um retorno intenso de novas infecções, deixa a população e autoridades preocupados. 

Publicidade