in

Mãe de Ana Paula Scheffer, ex-ginasta, desabafa sobre perda da filha: ‘Hora que cair a ficha vai ser difícil’

A mãe foi a responsável por encontrar o corpo da filha que estava no quarto de casa.

G1
Publicidade


Ana Paula Scheffer, ex-atleta da equipe da seleção brasileira de ginástica rítmica
, foi achada morta dentro de casa. O fato aconteceu nesta última sexta-feira, 16 de outubro, em Toledo, cidade que fica localizada na região oeste do estado do Paraná. A ex-ginasta estava trabalhando atualmente como técnica. 

De acordo com as suspeitas, Ana Paula Scheffer pode ter sofrido um infarto fulminante. Ela tinha apenas 31 anos. Conforme informação dos familiares, ela estava na cama deitada quando foi encontrada pela mãe Sônia Scheffer, aproximadamente as 12h. Desolada com a morte inesperada da filha, ela falou sobre a ex-ginasta.

Mãe da ginasta desabafa sobre perda

Publicidade

“Ela era uma menina muito alegre, muito querida. Nunca me deu trabalho, era muito amorosa. Foi nosso orgulho, meus dois filhos são orgulhos para mim. Vai ser mais difícil, porque parece que é um sonho o que estou passando. A hora que cair a ficha vai ser difícil”, falou a mãe. De acordo com Sônia, Ana Paula Scheffer não tinha nenhuma doença e sequer reclamava de algum tipo de dor em seu corpo.

Publicidade

O velório deve acontecer na cidade de Toledo, neste sábado, 17 de outubro. Contudo, o local ainda não foi definido. A família estava aguardando a chegada do irmão da atleta que mora fora do Brasil. Já o sepultamento está previsto para ocorrer no domingo (18).

Ana Paula ganhou a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro, em 2007. De acordo com a Confederação Brasileira de Ginástica, ela também chegou a atuar como treinadora nas seleções de transição de Ginástica Rítmica Individual e de Conjunto.

A sua trajetória como atleta começou ainda bem criança em uma equipe de ginástica da sua cidade. Inclusive, ela chegou a representar o município diversas vezes em competições dentro e fora do Brasil. Foi integrante da seleção brasileira de ginástica de 2005 a 2015. Tinha fama de ser uma pessoa muito exigente e dedicada.

Publicidade
Shyrlene Souza

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.