in

Olavo de Carvalho é condenado a pagar multa milionária por acusar Caetano Veloso de pedofilia

O escritor fez publicações no ano de 2017 na qual fazia ataques diretos ao músico, vindo a ser condenado.

Vivi Zanatta/Christophe Simon/AFP
Publicidade

O escritor Olavo de Carvalho foi condenado pela Justiça a pagar multas na casa dos R$ 2,93 milhões para o cantor Caetano Veloso por conta de postagens feitas em suas redes sociais nas quais acusa o músico de ser pedófilo. O processo tramitou no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) sob decisão da juíza Renata Gomes Casanova de Oliveira e Castro na 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro.

As publicações foram originalmente realizadas no ano de 2017. Após a condenação, Olavo de Carvalho terá o prazo de 15 dias para honrar com o pagamento da multa que lhe foi imposta, sendo passível a novas penalidades em caso de atraso.

Na época, o escritor foi ordenado a remover as publicações em que acusava Caetano Veloso por pedofilia em um prazo de 48 horas. A exigência não foi acatada, dando ensejo ao processo judicial movido pelos advogados de defesa do cantor. Olavo de Carvalho chegou a pagar uma multa diária por descumprimento de ordem judicial, mesmo após ter sido intimado em sua residência no ano de 2019.

Publicidade

Os advogados do escritor deverão recorrer da decisão, Olavo de Carvalho ainda pode pleitear junto à Justiça a impugnação em julgamento no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Publicidade

Desafetos públicos, o processo entre Olavo de Carvalho e Caetano Veloso já teve capítulos anteriores em outros trâmites legais. Em setembro do ano passado, o escritor foi condenado ao pagamento de indenização por danos morais ao cantor, estipulada em R$ 66 mil. Olavo de Carvalho fez o depósito judicial da quantia no último mês de agosto.

Publicidade
Henrique

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.