in

Mapa Astral para bebê? Como as influências astrológicas podem ajudar na educação de uma criança

Para fazer uma análise profunda é preciso ter o nome completo, local e horário exato de nascimento.

Astrale
Publicidade

Outubro, mês das crianças, e estão todos pensando em comprar um presente especial para os pequenos. Quem tem mais de uma criança na família já passou pelo dilema de comprar brinquedos iguais para todos. A maioria dos pais defende que dá a mesma educação para os filhos, sem tratamentos privilegiados ou diferenças entre irmãos, mas então por que os filhos criados da mesma maneira saem tão diferentes?

Que nenhum filho é igual ao outro todos dizem, mas temperamentos e formas de pensar e agir podem destoar muito dentro da mesma família e o Mapa Astral pode explicar e até ajudar a lidar melhor com essas diferenças.

“As influências dos astros na hora do nascimento podem explicar muito destas diferenças entre os filhos, desde o temperamento até gostos para roupas e formas de lidar com as situações. Por isso, fazer um Mapa Astral para um bebê pode ajudar muito os pais a entenderem os comportamentos de cada um de forma única e tratar individualmente as situações do dia a dia”, explica a astróloga Sara Koimbra, mãe de três, uma de 18 anos, um de 15 e uma pequena de 3.

Publicidade

Sara Koimbra atua há mais de 10 anos como astróloga, numeróloga e taróloga. Alia seus conhecimentos a terapias e orientação vocacional para adolescentes em busca da primeira profissão e adultos que querem se reinventar profissionalmente. Atua também com avaliação da política usando suas técnicas.

Publicidade

Para fazer uma análise profunda é preciso ter o nome completo, local e horário exato de nascimento. Com isso a astróloga faz toda a avaliação da posição dos planetas naquele momento que a criança chegou ao mundo. Essa influência pode dizer muito do indivíduo que acabou de nascer. Personalidade, desafios, temperamento, emocional, profissional, oportunidades, intelectualidade, força interior, evolução pessoal e muito mais.

“Cada casa do mapa diz respeito a um aspecto da vida e do que está por vir. O signo solar é só uma pequena parte de tudo o que pode ser revelado em um Mapa Astral. Pode ajudar a entender porque um filho é expansivo e o outro mais tímido, ou um é mais independente e o outro precisa de mais atenção”, conta a astróloga.

Saber tudo isso pode ajudar a preparar os pais para o que está por vir, além de ajudar futuramente com a escolha profissional, por exemplo. Por isso, o melhor momento para fazer a análise é enquanto bebê, mas nunca é tarde. “Muitas influências e características que vão aflorando com o crescimento da criança aparecem no mapa. É incrível como até a própria pessoa, quando recebe o mapa feito no nascimento, se surpreende com tudo o que está descrito ali”, finaliza Koimbra.

Publicidade
Anna Müller

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.