in

Pai e filhos, de 2 e 5 anos, morrem após descarga elétrica; mãe foi socorrida com 70% do corpo queimado

O acidente ocorreu na área rural de Pedra Branca do Amapari, Amapá, no último domingo (13).

G1/GTA/Divulgação
Publicidade

Um grave acidente tirou a vida de um pai de família, de 33 anos, e de seus dois filhos, de 2 e 5 anos. De acordo com o site G1, um fio de alta tensão teria provocado as três mortes, além de ferir gravemente a esposa do homem e mãe das crianças. A Polícia Civil da região ainda apura as circunstâncias do acidente.

A tragédia ocorreu em um vilarejo chamado Sete Ilhas, na região rural de Amapari. O pai foi identificado como Gilson Cruz da Silva, de 33 anos, e as crianças, Gerson Silva e Silva, de 5 anos, e Graziele Silva e Silva, 2 anos. Todas as vítimas vieram à óbito no local após a descarga elétrica.

A mãe das crianças precisou ser socorrida pela equipe do Grupamento Tático Aéreo (GTA) do Macapá com auxílio de um helicóptero. Ainda segundo o site G1, a mulher apresentava graves ferimentos causados por queimaduras em cerca de 70% do corpo. O acidente ocorreu por voltas das 12h do último domingo (13).

Publicidade

Acidentes por descarga elétrica

De acordo com o site UOL, uma pesquisa realizada recentemente constatou que choques mataram mais que incêndios no ano de 2019. Na maioria das vezes as descargas elétricas ocorrem em acidentes domésticos. Segundo o engenheiro eletricista Edson Martinho, os acidentes são muito maiores do que apontam as estatísticas, já que muitos não são reportados.

Publicidade

Ter informações ainda é bem difícil. Antigamente, tinha uma média de 250 mortes por ano, mas sabíamos que era pouco. Hoje estamos em mais de 600. Estamos conseguindo ter mais dados e isso é importante para informar as pessoas”, disse o engenheiro. Edson ainda chamou a atenção para a falta de projetos e instalações elétricas caóticas no Brasil.

Publicidade