in

Bolsonaro cita Bolsa Família e coloca um ponto final no Renda Brasil: ‘proibido’

Presidente publicou vídeo em suas redes sociais na manhã de hoje e abordou o assunto.

Agência Brasil
Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) postou um vídeo em suas redes sociais, na manhã desta terça-feira (15), em que criticou manchetes de O Globo, O Estado de S. Paulo, Correio Braziliense e Folha de S. Paulo sobre suposto congelamento de aposentadoria e cortes de auxílios para idosos e deficientes como medidas para implantar o Renda Brasil.

Um novo programa vem sendo debatido há alguns meses. Com nome de Renda Brasil, o benefício substituiria o Bolsa Família e começaria a ser pago após a última parcela do auxílio emergencial, programada para dezembro. 

No vídeo publicado em suas redes sociais, Bolsonaro coloca um fim no Renda Brasil e volta a afirmar que não vai tirar dinheiro de pobres para dar às pessoas mais pobres ainda. O presidente garantiu que não vai congelar aposentadorias e auxílios a deficientes, por exemplo.

Publicidade

Bolsonaro descarta Renda Brasil

O presidente da República descartou a criação do Renda Brasil. Para analistas, a ideia do governo federal era deixar uma marca sua no lugar do Bolsa Família, que é muito ligado à gestão petista. Bolsonaro garantiu que não vai congelar salários de aposentados e descartou a redução do auxílio para idosos e pobres com deficiência.

Publicidade

Por fim, o presidente garantiu que o Bolsa Família vai continuar. “E última coisa, pra encerrar, até 2022, no meu governo, está proibido falar a palavra Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final“, finalizou o presidente em vídeo publicado em suas redes sociais.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br