in

Bombeiro não contém as lágrimas e se comove ao salvar criança de 4 anos que se afogava

O registro foi compartilhado nas redes sociais e logo viralizou entre os usuários da rede.

G1
Publicidade

O bombeiro marítimo Joel Júnior Silva Lemos não conseguiu conter as lágrimas ao realizar o salvamento de uma criança de apenas quatro anos. O pequeno se afogou em Guarujá, que fica localizada na região litorânea. O fato aconteceu no último final de semana. Uma fotografia mostra o momento em que o bombeiro aparece chorando com a criança nos braços.

A imagem do profissional secando as lágrimas foi compartilhada em uma rede social e rapidamente viralizou. O registro foi feito por um bombeiro que estava no local fazendo o acompanhamento da ocorrência. O cabo Lemos relatou que estava em serviço, na Praia das Astúrias, quando percebeu a vítima se afogando. Ele ressaltou que foi precisou iniciar o protocolo de socorro.

Além da criança de apenas quatro anos, também estava se afogando uma garota de 10 anos, um adolescente de 13 e uma de 18 anos. Todas as vítimas pertenciam à mesma família de turistas que tinham vindo da cidade de Jundiaí. De acordo com o bombeiro, os pais não viram o que estava acontecendo. Eles se divertiam na parte rasa do mar com um objeto flutuante quando acabaram sendo levados pela corrente de retorno.

Publicidade

A equipe do GNMar viu o que ocorria e logo foram socorrer as vítimas. Contudo, eles somente entenderam que se tratava de crianças quando se aproximaram para poder ajudar. Lemos foi o responsável por socorrer a garotinho de quatro anos. “Ele era tão pequeno, magrinho, que não cabia no flutuador. Ele disse que estava com muito medo e me abraçou, exatamente como meu filho fala. Naquela hora eu me lembrei do meu filho e me emocionei muito”, disse o bombeiro.

Publicidade

O profissional disse que a emoção foi muito grande. Ele falou que teve que conter a adrenalina para poder levar o pequeno até a faixa de areia. Depois de passado o susto, os bombeiros orientaram os responsáveis sobre os cuidados necessários com as crianças para evitar que esse tipo de acidente aconteça.

Publicidade
Shyrlene Souza

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.