in

Presos agonizam com falta de ar em presídio de Alagoas; vídeo viraliza nas redes

Imagens foram divulgadas na internet e já provocam forte repercussão; responsáveis pelo sistema carcerário ainda não se pronunciaram.

Metrópoles
Publicidade

Uma denúncia da Agenda Nacional Pelo Desencarceramento ganhou forte repercussão nesta segunda (14). A entidade, que luta pelos direitos humanos das pessoas presas, gravou um vídeo mostrando presidiários com falta de ar em penitenciárias de Alagoas.

O problema de insuficiência respiratória por parte dos presos teria se dado por conta da superlotação nas celas, juntamente com a falta de circulação de ar na unidade Cyridião Durval de Oliveira, situada na capita alagoana. 

No vídeo que viralizou, uma pessoa aparece mostrando cinco detentos que estavam deitados no chão agonizando. 

Publicidade


“Tiramos para atendimento na enfermagem por falta de oxigênio circulando”
, diz a pessoa que gravou a imagens

Publicidade

Jogados no chão, os detentos recebiam atendimento médico e suplicavam por ajuda. 

“Pouco ar, muitos presos dentro de um mesmo ambiente fechado, respirando, e a consequência não poderia ser outra”, descreve o denunciante.

O episódio ocorre justamente em tempos de pandemia da Covid-19, onde a principal recomendação é evitar aglomerações, cenário impossível em penitenciárias brasileiras.

De acordo com o Depen (Departamento Penitenciário Nacional), nenhum detento morreu vítima da Covid-19 no estado alagoano. Até o momento, 44 infecções foram confirmadas, outros 44 já se recuperaram da doença, enquanto 13 figuram como casos suspeitos. Os dados são da Seris (Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social).

Protesto

Também nesta segunda-feira (14), familiares de presos detidos na penitenciária Presídio do Agreste, em Arapiraca, fizeram um protesto pacífico na AL-220 bloqueando a pista por cerca de uma hora, reivindicando o direito de poder entregar alimentos para os detentos, com objetivo de chamar a atenção do Seris.

Publicidade