in

Bolsonaro é derrotado no STF e terá cumprir determinação do ministro Celso de Mello

Presidente terá que depor presencialmente no inquérito que investiga suposta interferência na Polícia Federal.

Veja / Reprodução Globo
Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) sofreu uma derrota no Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta sexta-feira (11), o ministro Celso de Mello determinou que o chefe do Executivo preste depoimento presencial no inquérito que apura supostas interferências na Polícia Federal.

Em abril, o então ministro Sergio Moro deixou a pasta da Justiça e Segurança Pública e fez graves acusações ao presidente. No pronunciamento em que anunciou que estava deixando o governo, o ex-juiz federal citou que Bolsonaro tentava interferir no trabalho da Polícia Federal.

As investigações estão acontecendo e foi necessário que Jair Bolsonaro prestasse depoimento. A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu que este depoimento fosse por escrito, como aconteceu com o ex-presidente Michel Temer. O STF, porém, negou o pedido de Bolsonaro.

Publicidade

Celso de Mello determina depoimento presencial

Até o fechamento desta reportagem. Bolsonaro ainda não havia se manifestado sobre a decisão do ministro Celso de Mello. Apoiadores esperam que o presidente comente o assunto em suas redes sociais. O Palácio do Planalto também não se manifestou até o momento.

Publicidade

Como qualquer pessoa que presta depoimento, Bolsonaro terá o direito de permanecer calado. O presidente tem negado que tenha tentado interferir na Polícia Federal. Apesar de o presidente indicar o diretor-geral da corporação, qualquer interferência é proibida e pode resultar em processo de impeachment.

A decisão de Celso de Mello estava pronta desde o dia 18 de agosto, mas só foi assinada por ele nesta sexta. O ministro estava afastado do Supremo por problemas de saúde. A licença médica terminou e a assinatura foi feita.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br