in

Bebê de apenas seis meses morre vítima da Covid-19 e caso alerta especialistas

Pandemia já vitimou mais de 900 mil pessoas em escala global, e índices têm crescido em alguns países.

IG
Publicidade

A pandemia do coronavírus segue assolando de forma arrebatadora a população mundial. Em Gaza, apesar dos protocolos e confinamento estabelecidos os casos seguem crescendo significativamente. E foi justamente no país que se registrou o óbito da vítima mais jovem em decorrência da doença.

Um bebê de apenas seis meses acabou falecendo na última quinta-feira (09), após testar positivo para a Covid-19. Segundo o Ministério da Saúde local, o bebê é a vítima mais jovem desde o início da pandemia na região, que já computou 10 óbitos por conta do coronavírus.

Nos primeiros meses da pandemia, a Gaza conseguiu controlar o índice de contágio, detectando casos na fronteira, e isolando os infectados em hospitais periféricos. No entanto, desde o dia 24 de agosto, o cenário mudou drasticamente, com a identificação das primeiras transmissões comunitárias, que são tipos de contaminação ocorridas entre a própria população. 

Publicidade

Confinamento rígido

Após o registro dos primeiros casos, o movimento islâmico Hamas, responsável por governar a faixa, determinou um severo confinamento para evitar a disseminação da Covid-19. 

Publicidade

Mesquitas e escolas foram fechadas, bem como comércios não essenciais. Só estão funcionando no momento estabelecimentos como padarias, mercados e farmácias.

A situação de uma possível eclosão no número de casos preocupa as organizações humanitárias, uma vez que o sistema de saúde da região é precário.

Com o crescimento nas últimas semanas, Gaza computa mais de 1.400 casos ativos de infectados da Covid-19.

Publicidade