in

Tio suspeito de engravidar menina acusa outros familiares de abuso: ‘Faça um exame do avô’

O suspeito de abusar da menina de 10 anos, gravou o vídeo em Belo Horizonte, e logo se entregou para a polícia.

Reprodução Instagram/Choquei / Bahia.Ba
Publicidade

O tio acusado de abusar de uma garota de 10 anos, desde que ela tinha 6 anos, decidiu se entregar à polícia e foi preso. Vale ressaltar que a menina, que não teve seu nome divulgado pela polícia, havia engravidado e abortou, após a Justiça autorizar o procedimento cirúrgico.

O suspeito de ter abusado da garota estava foragido, até então, mas se entregou. Antes, ele teria feito um vídeo para ser divulgado e chegar até as autoridades que estão cuidando do caso. O rapaz se identifica no vídeo e faz um pedido.

Me encontro em Belo Horizonte. Entrei em contato com a polícia, para que eles estejam me levando de volta para a unidade prisional, para apurar os fatos do ‘acuso’ que estão me acusando. Só que uma coisa eu peço, da mesma forma que vão fazer um exame em mim, quero que façam um do avô e do filho do avô dela, que também morava na casa“, disse o suspeito.

Publicidade

Até então, não haviam suspeitas públicas sobre outros familiares também estarem envolvidos em outros supostos abusos contra a garota de apenas 10 anos. O suspeito deve esclarecer tais informações para a polícia.

Publicidade

As autoridades responsáveis pelo caso ainda não se pronunciaram sobre tais declarações do acusado de abuso. As investigações continuam e o caso, que se tornou público, deve ter mais atualizações, em breve.

A garota está bem e com apenas alguns efeitos colaterais do aborto; ela segue em um quadro estável. Internada e se recuperando, a menina deve ter ajuda psicológica paga pelo humorista Whindersson Nunes e os estudos completos pagos pelo youtuber Felipe Neto.

Publicidade
Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com