in

O mundo ora pelo papa emérito Bento XVI, que está com doença infecciosa grave: ‘Extremamente frágil’

Religioso se encontra em uma situação bastante debilitada no Vaticano.

G1
Publicidade

O mundo se comoveu com uma matéria publicada pelo jornal “Passauer Neue Presse”, da Alemanha, nesta segunda-feira (03). Segundo o periódico, o papa emérito Bento XVI, de 93 anos, está com uma doença infecciosa no rosto e se encontra em situação ‘extremamente frágil’. 

Bento XVI sofre com uma doença facial chamada erisipela. A doença infecciosa causa erupções no rosto, provocando dores intensas.

Segundo o biógrafo do papa emérito, Peter Seewald, Bento XVI se encontra em situação delicada.“Sua capacidade intelectual e a memória não foram afetadas, mas sua voz é quase inaudível”, afirma o Passauer Neue Presse.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O biógrafo teria se encontrado com o papa emérito no último fim de semana em Roma para apresentar os textos do livro que contará a história do religioso.

“Durante o encontro, o papa emérito, apesar da doença, se mostrou otimista e afirmou que, se a força retornar, ele poderia pegar sua caneta novamente”, completou. 

Perda do irmão

No mês de junho, Bento XVI viajou pela primeira vez após sua renúncia, ocorrida em 2013, para visitar o seu irmão mais velho, que estava doente na Alemanha. Duas semanas depois, Georg Ratzinger não resistiu e faleceu. Os dois irmãos, que seguiram a vida religiosa eram muito próximos.

Vale lembrar que Bento XVI foi o primeiro papa a abdicar do cargo em quase 600 anos. A decisão do alemão surpreendeu o mundo. O religioso alegou problemas de saúde e acabou sendo substituído pelo papa Francisco, da Argentina. Recluso desde então, o papa emérito se dedica a vida em um mosteiro, situado no Vaticano. 

Nas redes sociais, inúmeros católicos formaram correntes de orações em prol da recuperação de Bento XVI.

Publicidade
Publicidade