in

Estado brasileiro fecha acordo para testar nova vacina contra a Covid-19 e prazo anima

OMS já conta com mais de 200 propostas de vacina, onde algumas delas já estão em estágio final de desenvolvimento.

REUTERS/Dado Ruvic - Jovem Pan
Publicidade

O Brasil segue sendo um dos maiores epicentros da pandemia do coronavírus. Neste paralelo de calamidade da saúde, cientistas e pesquisadores estão mergulhados no desenvolvimento de uma vacina contra a Covid-19. No país, três imunizantes já foram liberados para iniciar a fase 3 de testes, e mais um deve receber o aval nos próximos dias.

Nesta semana, o governo do Paraná fechou um acordo com a China National Pharmaceutical Group (SinoPharm) para iniciar a testagem da vacina desenvolvida pelo laboratório contra o coronavírus (Sars-CoV-2)

O acerto foi intermediado e fechado pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), e prevê que o estado terá acesso aos resultados das duas primeiras etapas do imunizante. Caso seja constatado o sucesso “haverá repasse de tecnologia por parte da Sinopharm para que o Tecpar possa produzir a vacina”

Publicidade

Prazo

Segundo o comunicado oficial emitido pelo governo do Paraná, ao que tudo indica os testes já devem ser iniciados no próximo mês. Esta fase de testagem deve durar cerca de três meses. O Brasil não é o único país em quem a vacina da Sinopharm está sendo testada. Estima-se que 15 mil pessoas estão sendo submetidas ao teste nos Emirados Árabes.

Publicidade

Outro imunizante

Além da parceria com o laboratório chinês, o governo paranaense revelou que já está em tratativas para a produção de outra vacina, esta desenvolvida pela Rússia. 

Depois de anunciar a parceria com a China, o governo paranaense informou que está em negociações para a produção de outra vacina, dessa vez desenvolvida pela Rússia.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade