in

Vítima da Covid-19, enfermeiro de 22 anos fez pedido emocionante à mãe antes de ser entubado e morrer

Jovem de 22 anos tinha planos ambiciosos de seguir carreira na medicina.

Reprodução - G1
Publicidade

O técnico de enfermagem Klediston Kelps, de apenas de 22 anos, foi mais uma vítima fatal da Covid-19. Atuando na linha de frente no combate à doença, o jovem veio á óbito no último sábado (25). Ciente de que não resistiria à entubação, ele se despediu dos familiares no dia em que foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Klediston deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Primavera do Leste, cidade que fica a 239 km da capital Cuiabá, no fim de junho. A recuperação do jovem não evoluiu, e no dia 18 de julho ele foi transferido para a UTI de um hospital particular do município. Após sete dias de internação, ele não resistiu e morreu.

Em entrevista ao G1, a mãe do técnico de enfermagem, Elisângela da Silva Faria, de 40 anos, revelou que no dia em que seria entubado, Klediston mandou uma mensagem para a família e para mãe. Na conversa, o jovem disse que se viesse à óbito gostaria que fossem colocadas rosas brancas e uma rosa vermelha em seu caixão.

Publicidade

Despedida

“Eu perdi a coisa mais preciosa da minha vida. Ele era uma luz para mim e na hora em que ele morreu, antes mesmo de saber, eu senti meu filho indo embora”, conta. 

Publicidade

A mãe do jovem contou que não conseguiu realizar o desejo de Klediston, uma vez que por conta da doença, não houve a realização de velório e o sepultamento se deu com caixão lacrado. Mas ela levou as flores pedidas pelo filho no local onde ele foi enterrado.

O jovem de 22 anos atuava como técnico de enfermagem concursado em Primavera do Leste, e estava no último semestre de enfermagem, seguindo assim os passos da mãe, que atua como enfermeira do Samu. Segundo a mãe, ele tinha vários planos ambiciosos dentro da profissão, entre eles realizar o doutorado.

Números da pandemia

Seguindo em ritmo alto, a pandemia do coronavírus já vitimou mais de 88 mil pessoas em solo nacional, os estados de São Paulo, Ceará e Rio aparecem entre os mais afetados. O índice de pessoas infectadas aproxima-se de 2,5 milhões. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade