in

Essas cinco prisões ao redor do mundo provam que as do Brasil são hotéis 5 estrelas

Veja as 5 penitenciárias com o pior tratamento para com os presos pelo mundo afora. A mais desumana vai te surpreender, em que país ela fica?

Reprodução: Fatos Desconhecidos
Publicidade

Penitenciárias geram conflitos de ideias entre os diferentes pensamentos populares, principalmente a cerca dos direitos humanos. Se por um lado algumas pessoas acreditam que as prisões precisam recuperar o detento, outras acham que servem apenas para retirar o preso do convívio livre na sociedade.

Muitas políticas vêm sendo implantadas no Brasil e no mundo para humanizar as cadeias e permitir uma ressocialização e reintegração do condenado na sociedade, algumas mais lentas, outras já mais avançadas. Porém, ainda existem penitenciárias que são um verdadeiro inferno pra quem fica detido. Veja as 5 piores:

1. Prisão Síria Tadmor

Em português, Tadmor significa destruição. Os presos desta penitenciária eram tratados de forma degradante, sem nenhuma atenção ao tratado internacional de direitos humanos. Ela está temporariamente desativada.

Publicidade

2. Penitenciária Venezuelana de Sabaneta

O ex-presidente venezuelano Hugo Chávez, anterior ao atual Nicolas Maduro, chamava esta prisão de “Porta do Inferno”. Altamente superlotada, sempre foi palco de muitas rebeliões que resultavam em mortes terríveis.

Publicidade

3. Coreia do Norte – Campo 22

O país comunista e ditador prendia muita gente lá por questões unicamente políticas. Tinha mais de cinquenta mil presos na década de 90 e era comparada aos campos de concentração usados pelo nazismo de Hitler pelos que sobreviveram para contar a história do local.

4. Centro Militar Chinês – Transplantes de órgãos

É uma prisão clandestina porém conhecida no país oriental. As pessoas são depositadas lá e ficam disponíveis como um banco de órgãos para transplante vivo. O mercado negro de órgãos é muito lucrativo na região.

5. China – Campo de trabalho Masanjia

Essa é considerada a pior prisão de todas. O governo chinês comunista mantém as pessoas lá para realizar estudos médicos desumanos, experiências, como fizeram os nazistas com o povo judeu. Algumas pessoas dizem que também contribuem para o tráfico de transplantes e que os presos são religiosos.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade