in

Com suspeita de coronavírus, Bolsonaro é acusado de forjar situação para promover a cloroquina

Internautas acusaram Bolsonaro de inventar suspeita de coronavírus para promover medicamento.

O Globo
Publicidade

Com suspeita de coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro anunciou na última segunda-feira (06) que realizou um novo exame de Covid-19. Segundo apurou a CNN Brasil, o mandatário apresentou febre de 38°C e dor no corpo, sintomas comuns em infectados pelo vírus. O resultado do teste está previsto para sair ao meio-dia desta terça-feira (07).

Figura polêmica, Bolsonaro gera diferentes opiniões até em relação à doença. Após a declaração do governante, o Twitter ficou dividido entre os apoiadores do presidente e os que debocharam a situação, especialmente porque o político ironizou o coronavírus no início da pandemia.

Defensor da hidroxicloroquina contra a enfermidade, Jair tem feito uso da medicação com azitromicina, mesmo sem nenhuma comprovação científica de eficácia. No Twitter, diversos internautas chegaram a acusar o mandatário de ter inventado o cenário para apresentar o medicamento como a solução para a pandemia.

Publicidade

Comecei a pensar aqui, Bolsonaro está com suspeita de corona… O país tem estoque de cloroquina para 18 anos, eu tenho certeza que ele vai forjar, dizer que fez tratamento e que foi curado e que funciona“, publicou um usuário do Twitter.

Publicidade

Além disso, uma outra internauta questionou qual seria a pior situação: o presidente conseguir promover o medicamento ou realmente estar doente e vir a óbito.

Eu estou muito nervosa com isso do Bolsonaro com Covid. E se ele forjar isso tudo para falar que a cloroquina funciona? E se ele realmente estiver e acabar morrendo e o Mourão assumir? Estamos“, postou ela.

Publicidade