in

Em vídeo, cientistas provam que o coronavírus pode ser disseminado mesmo com máscaras

Os trabalhos foram comandados por pesquisadores da Universidade de Nicósia, localizada no Chipre.

Divulgação/University of Nicosia
Publicidade

Autoridades médicas internacionais têm recomendado para a população o uso das máscaras de proteção como mecanismo para frear a disseminação do novo coronavírus. Apesar de ser um dos únicos métodos existentes contra a disseminação do agente infeccioso, o acessório não é totalmente eficaz. Essa afirmação pode ser comprovada por um estudo publicado em uma revista científica por pesquisadores da Universidade de Nicósia, localizada no Chipre, continente europeu. 

Computação gráfica mostra dispersão de gotículas de saliva

Analisando várias variáveis, os cientistas produziram uma computação gráfica que mostra a disseminação de gotículas de saliva com e sem o uso das máscaras de proteção. Uma pessoa contaminada com o coronavírus, apesar de usar o acessório, pode acabar espalhando sua saliva contaminadas pelo agente infeccioso ao tossir, respirar, falar ou espirrar.  

Os autores do modelo consideraram condições climáticas, turbulência do ar e temperatura da pele e da boca de uma pessoa doente para montar simulações computacionais. Os resultados foram divulgados na terça-feira (16/06), na revista científica Physics of Fluids.

Publicidade

Gotículas de saliva podem escapar, apesar das máscaras de proteção

Para este teste, os pesquisadores utilizaram o material com o qual são confeccionadas as máscaras cirúrgicas padrão. O uso delas permite frear a disseminação de gotículas de saliva para frente, mas estas podem escapar pela parte superior, inferior e lateral.  

Publicidade

Ainda de acordo com o trabalho dos pesquisadores, algumas partículas de saliva conseguiram ultrapassar a marca de 1,2 m antes de caírem sobre uma superfície.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Henrique

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.