in

Caso Rafael: mãe confessa ter matado o menino e avó desabafa

Avó de Rafael afirmou que não considera mais Alexandra sua filha, após crime cruel.

GaúchaZH
Publicidade

A cidade de Planalto, no interior do Rio Grande do Sul, está vivendo um momento difícil. Os moradores sofrem com a morte do pequeno Rafael Mateus Winques. Ele tinha apenas 11 anos e desapareceu no dia 15 de maio. No mesmo dia, a avó, Isaíldes Batista, de 58 anos, foi à casa da filha, Alexandra Dougokenski, e deu falta do menino.

De acordo com detalhes revelados por Isaíldes, a filha estava muito tranquila, após elas terem conversado e percebido que o menino não estava na casa de nenhuma das duas. Isaildes pediu à filha que procurasse as autoridades, mas ela primeiro ligou para o namorado.

Alexandre confessou ter matado o filho

Depois de 10 dias de desaparecimento, o corpo de Rafael foi encontrado, após a mãe confessar o crime. O cadáver do garoto estava em uma casa abandonada, próximo da residência onde morava. O corpo estava enrolado em um lençol e foi colocado dentro de uma caixa.

Publicidade

Em depoimento à polícia, Alexandra informou que matou o filho sem ter a intenção. Segundo a mãe, o menino era muito nervoso e ela aplicou um remédio para lhe acalmar. De acordo com a polícia, a participação de outras pessoas na morte de Rafael não é descartada.

Publicidade

Avó se manifesta sobre morte de Rafael

Diante do crime, a avó do menino se manifestou. Ela teve duas notícias tristes: descobrir que o neto estava morto e que a filha havia cometido o crime. Em entrevista, ela foi dura nas palavras em meio ao sofrimento que vem vivendo. “Não a considero mais minha filha. Se foi ela, é um monstro”, afirmou Isaíldes, em luto.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br