in

Garoto esfaqueia irmão de sete anos de idade após perder no videogame

Adolescente, de apenas 13 anos de idade, teve um ataque de fúria, em caso que está sendo investigado pela polícia.

Mirror
Publicidade

De acordo com o jornal inglês Mirror, um jovem adolescente, de apenas 13 anos de idade, matou seu irmão mais novo, após um ataque de raiva. Alexander teria ficado furioso depois de ter perdido uma partida no videogame. Para expulsar toda sua revolta, ele teria começado por danificar os móveis, mas bem pior que isso, o jovem Alexander acabou matando seu irmão, de sete anos de idade, para não contar para a mãe o que havia acontecido. O caso aconteceu, enquanto os dois meninos estavam sozinhos em casa, em Dudinka, na região russa de Krasnoyarsk Krai. 

Mãe deixou os meninos dormindo

Olga, a mãe dos meninos, de 32 anos de idade, teria deixado os dois em casa, dormindo. Ela saiu com a bebê, de seis meses, para deixar a menina na casa dos avós. Porém, Alexander teria acordado e começado a jogar. A derrota teria despoletado esse momento de fúria, que fez ele virar a casa de pernas para o ar, quebrando alguns móveis. 

De acordo com os relatos, o irmão mais novo acordou com todo esse barulho e foi se esconder na cozinha, antes da tragédia tomar lugar. O adolescente Alexander confirmou para a polícia que ele temeu que seu irmão mais novo contasse para sua mãe que ele tinha quebrado os móveis e pegou uma faca para matar o menino. A criança foi encontrada já sem vida, após ter sido esfaqueado por quinze vezes. 

Publicidade

Polícia está investigando tragédia

Quando Olga chegou em casa, ela chamou a polícia. Durante o interrogatório, Alexander teria contado todos seus medos para a polícia. O garoto admitiu que ele ficou envergonhado, após ter perdido uma partida tão fácil. Temendo represálias de seus amigos, ele começou se vingando nos móveis. Depois, ele temeu o que sua mãe poderia fazer quando percebesse e fez ainda pior, matando o irmão menor, que estava indefeso na cozinha. 

Publicidade

Ainda segundo o jornal Mirror, Alexander sempre foi um bom aluno e um bom garoto, muito acarinhado na comunidade local, que estariam em choque com o acontecimento. Agora, a polícia continua investigando, mas não está claro se o garoto ficou detido. Ainda assim, Alexander está recebendo assistência psicológica, após o sucedido.

Publicidade