in

Covid-19: médicos não sabem quantas crianças morreram com nova síndrome

Situação está se complicando com esse desconhecimento em redor do novo coronavírus.

Imperfect Families
Publicidade

Além do novo coronavírus, surgiu uma nova síndrome, relacionada com o mesmo vírus, preocupando médicos e cientistas. Essa nova síndrome está levando várias crianças para a UTI, necessitados de cuidados críticos, com sintomas virais. Na Inglaterra, médicos do sistema de saúde estão revelando que eles não sabem bem quantas crianças poderiam ter morrido com esse vírus, sabendo apenas que “alguns” jovens perderam a vida, sem qualquer problema de saúde conhecido, segundo o jornal inglês Daily Mail.

Nova síndrome relacionada com o coronavírus

Sobre o coronavírus, tem se falado muito que esse vírus afeta mais os idosos e pessoas com doenças associadas. Ou seja, pessoas já naturalmente mais fragilizadas e sem imunidades suficientes para lutar contra um vírus agressivo como esse Sars-Cov-2. Porém, são poucos os casos de crianças ou jovens que perderam a vida para essa doença. Até agora, momento em que essa síndrome relacionada com o novo coronavírus está preocupando a todos, com várias crianças sendo hospitalizadas e em estado crítico.

A doença é semelhante com a Kawasaki e está levando crianças, em estado grave, para o hospital. “Perdemos algumas crianças devido a uma doença que acreditamos ser causada por coronavírus”, revelou Matt Hancock, secretário de estado da saúde, na Inglaterra, quando alguns profissionais de saúde dos hospitais ingleses não sabem revelar quantas crianças britânicas foram afetadas pela doença, ainda misteriosa.

Publicidade

Aparentemente, a doença seria causada pelo coronavírus e parece ser semelhante à doença de Kawasaki, causando inflamação dos vasos sanguíneos e síndrome do choque tóxico, fazendo com que o corpo ataque os próprios órgãos, levando a sua falência e posterior morte.

Publicidade

Sintomas da nova síndrome misteriosa

De acordo com o jornal Daily Mail, as crianças atendidas no hospital com a nova síndrome estão apresentando sintomas como dor de estômago, inflamação cardíaca e sintomas gastrointestinais, como vômitos e diarreia. Na Inglaterra, tem mais de três semanas que os profissionais de saúde estão recebendo alguns casos com esses sintomas, que agora estão analisando com urgência, como revelou Matt Hancock.

Eles querem entender o que está acontecendo e, segundo o jornal, não é ainda claro se alguma criança morreu diretamente da doença, ou se de outra causa. Porém, o fato de terem sido internadas em terapia intensiva significa que seu estado é grave. Por isso, eles continuam investigando essa nova condição misteriosa, que está afetando as crianças.

Publicidade