in

Coronavírus: especialistas temem novas e mais frequentes pandemias

Situação atual vem se espalhando por todo o mundo, mas situação pode se agravar ao passar dos anos.

Revista Sábado
Publicidade

O novo coronavírus continua mexendo muito com a vida das pessoas, porque não se sabe quando tudo vai regressar na normalidade. Sem cura ou vacina, não se sabe quando essa pandemia vai terminar, quando a vida tornará a ser como antes. Esses receios mexem com as pessoas, mas de acordo com um estudo da Plataforma Intergovernamental de Política Científica sobre Serviços de Biodiversidade e Ecossistema (IPBES), publicado na revista Sábado, o futuro pode ter pandemias, mais frequentes e até mais graves, se as pessoas não souberem como impedir isso. 

Estudo ‘culpa’ o homem por essa pandemia

Em 2019, peritos da IPBES estiveram estudando a situação da biodiversidade na Terra, alertando que mais de um milhão de espécies estariam em risco de se extinguirem em um futuro próximo. Não demorou muito até que um vírus que esteve durante anos vivendo nos morcegos, infetasse  mais de três milhões de pessoas por todo o mundo e fazendo já mais de 200 mil vítimas fatais. 

Por essa razão, esses peritos estão deixando um outro importante alerta sobre esse novo coronavírus. No artigo publicado por esses peritos, eles revelam que, em sua opinião, as pessoas são as culpadas por esse surto epidêmico. Mas, da mesma maneira que as pessoas provocaram tudo isso, eles acreditam que ainda é tempo de se mudar o rumo do planeta, fazendo melhor no futuro, e evitando novas pandemias. 

Publicidade

Se isso não acontecer, se as pessoas não se tornarem mais responsáveis com o planeta e a biodiversidade,, o que poderá acontecer no futuro é que pandemias como essa, com o Sars-CoV-2 continuem acontecendo. “Existe uma única espécie responsável pela pandemia de Covid-19 – nós. As pandemias recentes são uma consequência direta da atividade humana”, escreveram os professores Josef Settele, Sandra Díaz, Eduardo Brondizio e Peter Daszak, responsáveis por esse estudo da IPBES. 

Publicidade

Alerta que pode evitar novas pandemias no futuro

Ainda assim, eles deixam um cenário de esperança, acreditando que ainda é tempo para evitar males maiores. “Temos uma pequena janela de oportunidade, ao ultrapassar os desafios da crise presente, evitando semear as crises futuras. A desflorestação galopante, a expansão descontrolada da agricultura, a agropecuária intensiva, a exploração mineira e o desenvolvimento de infraestruturas, bem como a exploração de espécies selvagens”, revelaram.

Então, esse conflito entre o homem e a biodiversidade poderia causar novas pandemias, no futuro, “se não formos extremamente cuidadosos com os impactos possíveis das escolhas que estamos fazendo hoje”, concluíram os peritos, em um estudo sobre esse novo coronavírus.   

Publicidade